Estado de Alagoas

Página Inicial
História
Notícias
Cidades
Maceió
Símbolos
Alagoanos Notáveis
Governadores
Principais destinos
Gastronomia
Folclore Alagoano
Cultura
Economia
Esporte e aventura
Praias
Lagoas
Artesanato
Aeroporto
Teatro Deodoro
Curiosidades
Livro de Visitas
Links
E-Mail

União dos Palmares - Alagoas

 
Município de União dos Palmares
Busto de Zumbi dos Palmares em frente ao Setor de Diversões Sul, em Brasília.
"Terra de Zumbi"
Fundação13 de Outubro de 1831
Gentílicopalmarino
Localização
Localização de União dos Palmares
Unidade federativaBandeira de Alagoas Alagoas
MesorregiãoLeste Alagoano IBGE/2008
MicrorregiãoSerrana dos Quilombos
Região metropolitanaregião metropolitana
Municípios limítrofesSantana do Mundaú, São José da Laje, Ibateguara, Branquinha, Joaquim Gomes.
Distância até a capital76,4 quilômetros
Características geográficas
Área426 km²
População62.395 hab. est. IBGE/2008
Densidade139,6 hab./km²
Altitude155 metros
ClimaTropical
Fuso horárioUTC-3
Indicadores
IDH0,6 médio PNUD/2000
PIBR$ 217.905 mil IBGE/2005
PIB per capitaR$ 3.670,00 IBGE/2005

União dos Palmares é um município brasileiro do estado de Alagoas. É uma cidade pólo da região da zona da mata alagoana, banhada pelo Rio Mundaú.

09º09'46" S, 36º01'55" O

Indústria

A indústria da cana-de-açúcar é a principal fonte de renda do município. Hoje, começa-se a diversificar, com a Indústria de Laticínios São Domingos porém, há ainda forte presença do sector sucro-alcooleiro. Além disso, encontra-se instalada uma empresa prestadora de serviços responsável pelo envazamento dos produtos Quaker, dentre eles o famoso "Todinho". Os principais eventos festivos são: a Festa da Padroeira, Santa Maria Madalena (Janeiro), a Festa do Milho (Junho, coincidindo com as populares festas juninas) e a Festa da Consciência Negra (20 de Novembro, dia da morte de Zumbi dos Palmares). Há ainda uma grande expectativa na formação de um pólo têxtil no município de União com a utilização de mão-de-obra local favorecendo o desenvolvimento e a qualificação profissional da região, através de parceria do SEBRAE, SENAI, SENAC e da Prefeitura Municipal de União dos Palmares.

Turismo

A Serra da Barriga, principal palco do famoso Quilombo dos Palmares, hoje declarada Patrimônio Histórico do Brasil, está a cerca de 6 km da sede do atual município de União dos Palmares. Por ser a terra natal de Jorge de Lima, o príncipe dos poetas alagoanos, dedica um museu à sua memória, a Casa Jorge de Lima. Na Casa de Jorge de Lima tem muitos Livros de Poeta criado por Jorge de Lima e ele tinha varias profissões, Jorge de Lima foi Politico, Medico, Romancista, Biografo, Tradutor, Ensaísta, Professor, Pintor Brasileiro e claro Poeta. Outro museu a ser visitado é a Casa de Maria Mariá, instalado na antiga residência da historiadora Maria Mariá de Castro Sarmento, onde se pode encontrar variedades de objetos que refletem a vida na zona da mata alagoana. Vale salientar, também, a presença de comunidades quilombolas remanescentes, sendo a principal delas, a do Muquém, a 5 km do centro da cidade, onde se pode encontrar artesanato variado produzido pela comunidade quilombola que ali vive.

História

Os primeiros indícios de presença humana datam de finais do Século XVI, quando os negros fugitivos dos engenhos de açúcar dos actuais estados de Alagoas e Pernambuco chegaram à Serra da Barriga, onde instalaram a sede do Quilombo dos Palmares. O Quilombo dos Palmares foi a primeira tentativa de vida livre promovida pelos trabalhadores africanos nas Américas, surgindo por volta de 1580, durando até 1695, ano em que foi morto Zumbi, seu principal líder, pelas forças comandadas pelo bandeirante Domingos Jorge Velho.

Tinha uma extensão média de 200 km², englobando terras da zona da mata dos actuais Pernambuco e Alagoas. Inicialmente, quando sede do Quilombo, a localidade chamava-se Cerca Real dos Macacos, provavelmente em referência ao Riacho dos Macacos. Por volta de 1730, o português Domingos de Pino chegou à região, onde construiu uma capela dedicada a Santa Maria Madalena. Daí, o primeiro nome oficial do lugar: Vila de Santa María. Já no Império, quando da visita da Imperatriz Leopoldina, mudou-se o nome para Imperatriz, em 1831, quando a vila ganha autonomia administrativa; assim chamou-se até finais do Século XIX. Ao ser inaugurada a estrada-de-ferro, em 1894, outra vez mudou-se o nome da localidade, desta feita para União, devido à união ferroviária entre Alagoas a Pernambuco. Contudo, o nome definitivo da cidade só veio a ser dado em 1944, quando passou a chamar-se União dos Palmares, em homenagem ao Quilombo dos Palmares.

Serra da Barriga

A Serra da Barriga A Serra da Barriga está situada no município de União dos Palmares, distante 100 kms de Maceió, Alagoas. É um sítio histórico onde se localizava o Quilombo dos Palmares. Na década de 80, foi reconhecida pelo governo federal como monumento histórico e em 21 de março de 1988 passa a ser considerada como monumento nacional pelo Decreto nº 95.855.

A Fundação Cultural Palmares recebeu, por termo de entrega concedido pela Secretaria do Patrimônio da União Federal, em 7 de abril de 1998, certidão a qual passa para a sua responsabilidade, a manutenção e preservação do sítio histórico da Serra da Barriga.

Localização

A Serra da Barriga faz parte do Planalto Meridional da Borborema, unidade geomorfológica que compreende terrenos cristalinos submetidos à ação de clima quente e úmido. A área ocupada pela Serra da Barriga e suas ramificações para nordeste, tomando como ponto de partida o vale de um afluente do riacho Açucena até o vale do Mandaú, atinge 8,6 km de comprimento e a sua largura máxima do vale do riacho Pichilinga, ao norte, até o vale do riacho Açucena, ao sul, é de 3,35 km o que lhe dá uma área aproximada de 27,97 km quadrados.

A posição geográfica da área proposta para tombamento é determinada pelos paralelos 09º 09?43? e 09º 11? 31? da latitude sul e pelos meridianos 36º 03? 56? e 36º 06? 26? de longitude oeste, a uma distância de 68 km a noroeste de Maceió, capital do estado de Alagoas. A localização geográfica da Serra pode ser dada pela interseção do paralelo 09º 10? 00? S com o meridiano 36º 05? 00? W que fica 165 km de distância de um dos pontos de maior altitude do bloco principal ( 485 m).

Transportes:

Rodoviário: 
Estação Rodoviária - Praça Marechal Deodoro da Fonseca - Tel: 3281-1403.

Como chegar:

Partindo de Maceió: BR-104.

Eventos:

Grande Vaquejada de União:
Localização: Parque da Recuperação
Data: Janeiro.

Festa de Santa Maria Madalena:
Data: 23 de janeiro a 2 de fevereiro.

Carnaval:
Data: Fevereiro.

Festa de Nossa Senhora de Lourdes:
Localização: Distrito de Rocha Cavalcante
Data: Fevereiro.

Semana Jorge de Lima:
Data: 20 a 24 de abril.

FEMIL - Festa do Milho:
Com comidas típicas, violeiros, cantadores e quadrilhas.
Data: 20 a 30 de junho.

Semana do Folclore:
Data: 17 a 22 de agosto.

Cavalgada Ecológica Zumbi dos Palmares:
Data: Setembro.

Festa da Emancipação Política de União:
Apresentação de bandas afro, de emboladores, de guerreiro matuto e de trios de forró.
Data: 13 de outubro.

Semana da Consciência Negra:
Apresentações folclóricas como as bandas afros, os emboladores, guerreiro matuto e os trios de forró.
Data: 12 a 20 de novembro.

Corrida Palmarina do Jumento Alagoano:
Data: 4º domingo do mês de dezembro.

Compras:

Artesanato:
Peças em barro palha e cerâmica, e brinquedos em miniatura de pano, madeira e lata.

LocalizaçãoMunicípio da Região Leste do Estado de Alagoas
Área428 km²
LimitesSantana do Mundaú, Branquinha, Joaquim Gomes, Ibateguara e São José da Laje
Altitude155  m
ClimaQuente e úmido
Temperatura média anual23º C
Distância da Capital76,8 km
EconomiaAgricultura e pecuária
Divisão AdministrativaUnião dos Palmares-sede e Rocha Cavalcante
População58.608 habitantes (2000)
Criação do Município13 de outubro de 1831
CEP57800-000
DDD82

Mapa do Site  |  Política de privacidade